A Forma do Plágio

aggroart.tumblr.com
A meteorologia aponta para frio e chuva neste fim de semana. Não é nada de extraordinário, mas nestes últimos dias tenho vindo a apreciar o toque quente e reconfortante do sol e também a vista que tenho sobre os campos que agora parecem ter sido pincelados por florzinhas aqui e ali. Eu sei que a Primavera ainda não chegou, mas confesso que gosto de a ter por perto nem que seja apenas por alguns dias. Especialmente quando leio notícias como as que apresentam a solução de Trump no combate aos massacres nas escolas dos EUA: entregar armas aos professores. Claro, porque não? Combater fogo com fogo parece-me uma ideia extraordinária! Enfim... What else is news? Ah! O filme "The Shape of Water" foi acusado de ser um exemplo de Plágio! Vamos falar sobre isso!


A notícia já anda a circular pela Internet há algum tempo, mas como eu vivo debaixo de uma rocha, foi apenas esta manhã que a acusação me chamou à atenção (olha uma rima!) e não consegui conter um pequeno guincho vindo do fundo da minha garganta. Este é, afinal, um dos filmes mais aclamados na corrida aos Óscares. Se ficar provado que é Plágio...


Aparentemente, David Zindel, filho do dramaturgo Paul Zindel, processou a produção do filme "The Shape of Water", de Guillermo del Toro (realizador do filme  "El Laberinto del Fauno"),  alegando que o mesmo foi baseado numa peça de teatro de 1969, "Let Me Hear You Whisper", do seu pai. Eu ainda não vi o filme, mas também não vi a peça de teatro e, por isso, não posso ter uma opinião completamente formada. Aquilo que eu vi foi o trailer e também já estive a ler alguns resumos acerca da peça de teatro. Percebi que ambas as produções, teatral e cinematográfica, têm uma protagonista feminina que é funcionária em instalações laboratoriais e é nesse cenário que se desenvolve a história em torno do resgate de uma criatura marinha que está prestes a receber uma ordem de execução da parte dos "manda-chuva".

No entanto, David Zindel não é o único a pronunciar-se acerca das semelhanças de "The Shape of Water" com uma outra produção. Na realidade, o cineasta francês Jean-Pierre Jeunet, realizador do filme "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain" e também de "Delicatessen", acusou Guillermo del Toro de copiar uma cena de quarto do filme "Delicatessen" na qual acontece uma pequena dança ao som de um filme a preto e branco que passa na televisão. Para além destas acusações, a obra de Guillermo del Toro também é reconhecida como tendo influências da curta-metragem de 2015, "The Space Between Us", de Marc S. Nollkaemper.

As cartas estão todas em cima da mesa, mas parece que há alguém que tem uma escondida na manga. Quem será, não sei, mas o jogo não terminou e Del Toro defende-se afirmando que não tinha conhecimento da existência da peça de Zindel e desconfia do timing da acusação que vem mesmo a tempo de percorrer a passadeira vermelha durante a cerimónia de entrega dos Óscares que vai ter lugar de destaque no dia 4 de Março de 2018.

Até lá vou tentar ver o filme o mais depressa possível, porque se há coisa que não se pode negar é o facto de toda esta confusão ter gerado um interesse ainda maior da parte do público!

Até Breve!

36 comentários:

  1. Essa situação é bem estranha, e acho que ninguém nunca está pronto pra receber algo do tipo.
    Estou seguindo o seu blog! Ele é maravilhoso, estou amando tudo! Estou seguindo o blog, curtindo a fan page. Tem como retribuir? Estamos com metas para o mês, e contamos com sua ajuda e apoio para alcançarmos!
    Beijos e te espero por lá! ♥

    www.batomveermelhoblog.blogspot.com
    @batomdamanda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Segui o blog e a página, Amanda!
      Muito obrigada pelo comentário também e por seguires o Miss DeBlogger ^^,
      beijinhos e boa sorte :D

      Eliminar
  2. Ótimo post.Nunca li algo tão interessante como tal.
    Paravam po artigo.
    www.robsondemorais.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, Robson :) Espero que tenha gostado!
      Comentei o seu blog também!

      Eliminar
  3. Que situação, espero que tudo se resolva! Ótimo post!

    https://healthyfoodandme.wordpress.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei, também estou mortinha para saber como se vai desenrolar esta novela :P beijinhos ^^

      Eliminar
  4. É sempre mau estas situações...vamos lá ver como se resolvem e se o filme foi mesmo alvo de plágio!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Guillermo del Toro realizou um dos meus filmes favoritos, o Labirinto do Fauno. Seria uma desilusão se se viesse a saber que a Forma da Água foi plágio da peça de teatro de 1969 :/ beijinhos

      Eliminar
  5. O problema dos plágios é uma coisa completamente absurda, e transversal a muitas situações, seja em filmes, livros musicas, trabalhos escolares, teses....como é possível haver quem tenha essa ousadia, será que pensam ficar na sombra?
    gostei do teu artigo, obrigada pela visita lá no meu blog :)
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se fosse eu também não gostaria de estar nesta situação. Não se sabe ainda o veredicto, mas a verdade é que as semelhanças, pelo que vi e pesquisei, são muito evidentes! Obrigada pelo comentário :)
      Beijinho!

      Eliminar
  6. Adorei o artigo, felicidades!
    Beijinhos.

    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é tão bom quanto as receitas d'O Pecado Mora Em Casa, mas ainda assim agradeço! Beijinho ^^,

      Eliminar
  7. Belo post! Fico à espera do desfecho deste enredo!Muito sucesso!
    Bjs.😘

    ResponderEliminar
  8. Todos os dias acontecem coisinhas inesperadas, boas más, temo de saber lidar e sempre para a frente e lutar por tudo*
    Ultrapassar e tudo tem solução mesmo que demore*

    beijinho segui**

    https://skidentificate.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos aguardar o desfecho... Será que del Toro se desviou da originalidade ou será apenas um golpe? Well see ^^, Yey! Obrigada por seguires! Beijinho*

      Eliminar
  9. O plágio é mesmo uma situação muito complexa e o 'timing' vai mesmo causar polémica para os Óscares... Eu não vi o filme, nem nenhuma das outras produções que referiste, por isso não posso formar uma opinião muito concreta. Veremos no que é que isto vai dar ;) muito obrigado pelo teu comentário no meu blog, vou passar a acompanhar-te também!**

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou na mesma situação. Gostava de já ter visto o filme e ter acesso completo à peça "Original" para conseguir fazer um julgamento mais franco. É esperar. As más notícias correm depressa e os Óscares também já estão à porta! Beijinho e obrigada :D

      Eliminar
  10. Ai, não pode seeeeeer :o Também estou como tu, não posso formar uma opinião muito concreta, mas se for verdade é muito triste :\ Para plágio já basta o nosso Tony Carreira xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, parece que o mundo das artes anda com falta de originalidade. Ai o Tony Carreira... God! :P

      Eliminar
  11. Muito bom!
    Já sigo o blog e o blogs portugal querida :)

    Um beijinho,
    https://thesoulofacosmopolitangirl.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Não sabia das acusações de plágio, mas fiquei super desapontada com o filme! Estava à espera de uma fantasia mais ao estilo do Labirinto do Fauno (que adoro) e saiu algo mais nas linhas de um romance simultaneamente estranho e repetitivo. Não fiquei fã.

    Kill Your Barbies | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Interessante! És a 2ª pessoa a dizer-me que ficou desiludida com o filme, mas mesmo assim não consigo deixar de ficar curiosa. Também só fiquei a saber da situação ontem, mas pelo que percebi o resto do mundo já sabe da acusação desde o início do ano... Ups :P

      Eliminar
  13. Boa noite!

    Gostei muito do texto e realmente para se fazer plágio é necessário ser-se muito corajoso, mas também muito desonesto; por outro lado, eu acredito que este tipo de atitude advenha também da educação da própria pessoa que o faz, estando muito aquém do que é «razoável», tal como o autêntico disparate que refere acerca da solução que o próprio Trump "arranjou" para o combate aos massacres nas escolas dos EUA, certo?

    E sendo eu também professora, para além de ser blogueira, eu até posso confessar que, cada vez mais os professores têm menos «armas» para conseguirem dar uma aula frente a, por exemplo, um certo número de adolescentes tão somente irresponsáveis e que detestam a escola, em que os próprios pais até foram os primeiros a "afastarem-se"; porém, todos nós sabemos que "violência gera violência", portanto urge criar antes uma relação «nova» entre escola, sociedade e família, de forma a não sofrerem mais inocentes!

    Beijinhos!

    Mónica Rebelo
    https://cozinhacomrosto.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei até que ponto é que será possível para as escolas intervirem junto das famílias para prevenirem este tipo de situações. Os pais nunca estão preparados nem querem acreditar que os filhos alguma vez serão capazes de massacrar os colegas e nem os professores podem/devem julgar os jovens antes dos acontecimentos. É bom ambicionar uma boa relação entre a escola e a família, mas vai sempre haver uma linha a separá-los. Enfim. Não sou professora, mas o Trump também não, nem presidente deveria ser!
      Obrigada pelo comentário ^^,

      Beijinhos

      Eliminar
  14. Que situação estranha... espero que tudo se resolva! :)

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  15. Verdade! não existe má publicidade e, tanta contestação, apenas gera mais curiosidade de ver o filme! :)

    Gostei do que aqui li porque, tenho andado incrivelmente alheada do que tem acontecido nas notícias e, com uma breve e leve leitura, que se deveu à leveza com que escreves, fiquei mais inteirada de alguns acontecimentos que vão pelo mundo! :D
    Parabéns e continua! ^_^

    Susana Martinho: https://superpoderessite.wordpress.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela crítica positiva, Susana ^^,
      Se gostaste desta publicação mantém-te por perto porque gosto sempre de apresentar a minha opinião acerca dos acontecimentos correntes! Vou visitar o teu blog e comentar em breve :)

      Eliminar
  16. Acho que vivo sob a mesma rocha que você. Não sabia da treta que tá rolando. Não vi o filme, vi o trailer e amei. Gente, esse negócio de plágio é complicado. Quando lançou o filme Life of Pi também deu um rolo porque aparentemente o Mattel plagiou de um autor brasileiro o livro, mas como aqui no Brasil essas coisas não vão pra frente, ninguém sabe que fim levou a disputa.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que interessante! Não fazia ideia. Será que desta vez as coisas também vão ser abafadas ou vão ser levadas a público? Estaremos aqui para ver! Obrigada pelo comentário! :)

      Eliminar
  17. Na minha opinião o plágio tem muito que se lhe diga. A inspiração pode vir de todos os lados e às vezes duas pessoas completamente diferenter podem ter ideias muito semelhantes, penso que é possível acontecer. Que tudo seja igual? Não acredito que seja possível. Mas o que mais me espanta (na realidade não me espanta) é o timing em que a maioria das acusações de plágio são feitas. Na sua maioria são feitas ou quando algo está nomeado para prémios, ou quando já tem um enorme sucesso. Eu ainda não vi o filme, apesar de ser um dos filmes que quero muito ver!!

    Blog: http://bolacha-mariaa.blogspot.pt/
    Projeto: http://ajudaoplanetaesalvaomundo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o timing é para duvidar, mas se eu fosse fazer uma queixa de Plágio estando mesmo convencida de que o era e de que o filme ia ser galardoado com um Óscar... Penso que também escolheria uma altura mediática. Ambas as versões têm de ser bem apuradas!

      Obrigada pelo comentário, Mariana ^^,
      beijinhos!

      Eliminar